27 de nov de 2011

O que são pedras na vesícula?


Pedras na vesícula ou cálculos biliares são cristais de colesterol que podem se formar no interior da vesícula biliar. A medida que crescem, as pedras podem obstruir o fluxo de bile para o intestino e provocar lesões na vesícula biliar. Embora existam medicamentos e tratamentos para destruir os cálculos biliares, às vezes eles não funcionam e é necessária a retirada da vesícula biliar. Este procedimento cirúrgico é chamado colecistectomina

 
Figura: Cálculos biliares no interior da vesícula biliar

 A bile

A bile é uma das secreções do fígado. Possui cor verde-amarelada. É constituído principalmente por água, sais biliares, colesterol, vários íons e um pigmento resultante da destruição de hemácias velhas, a bilirrubina. A bile é armazenada temporariamente em uma bolsa chamada vesícula biliar. Quando ocorre a chegada de alimento com gordura no intestino delgado, é estimulada contrações da vesícula biliar, lançando bile sobre ele. Os sais biliares agem sobre o alimento quebrando grandes gotas de gorduras em gotículas, um processo chamado emulsificação, que facilita a digestão dos lipídios pela lipase pancreática secretada pelo pâncreas.
 
Figura: Relação entre o fígado, vesícula bilar, intestino delgado e o pâncreas.

E quando se retira a vesícula biliar?


Quando se retira a vesícula biliar à bile não é mais concentrada e é eliminada constantemente no intestino. Por isto, a pessoa que retirou a vesícula deve ter o cuidado de ajustar a dieta, diminuindo o consumo de alimentos gordurosos, pois a digestão deste tipo de alimento será muito lenta.

Atenção vestibas!

Como escrevo estas postagens para estudantes que irão prestar a prova do Enem e outros vestibulares, atenção para uma questão básica: a bile é importante na digestão dos lipídios por que os sais biliares facilitam a ação de enzimas do suco pancreático (lípase pancreática) e não por que possui enzimas digestivas que agem sobre os lipídios.      

2 comentários: