27 de set de 2011

Super Zoom em uma aranha



Legenda:

C = cefalotórax
A = abdômen
Q = quelícera
P = pedipalpo
Pa = patas
O = olhos simples
F = Fiandeiras

As aranhas são artrópodes da classe dos aracnídeos. Uma aranha possui o corpo composto por cefalotórax (C) e um abdômen (A), ambos não segmentados. Ligado ao cefalotórax há um par de órgãos inoculadores de veneno, as quelíceras (Q), um par de apêndices para segurar e triturar o alimento, os pedipalpos(P), e quatro pares de patas (Pa) locomotoras.
As quelíceras (Q) são mandíbulas modificadas que perderam a função mastigatória. Cada quelícera possui em seu interior um ducto ligado a glândula de veneno e na extremidade uma garra que perfura o corpo da vítima permitindo a inoculação de veneno. O veneno das aranhas além de possuir ação imobilizante da presa possui enzimas digestivas que liquefazem os órgãos da presa. Posteriormente a aranha suga os órgãos liquefeitos.
Os pedipalpos (P) são fortes apêndices que imobilizam a presa antes das aranhas conseguirem injetar seu veneno. Nos machos os pedipalpos funcionam também como órgãos copuladores, no momento da cópula, os pedipalpos transferem um saco contendo espermatozóides, a espermateca, para o interior da abertura genital das fêmeas.
No cefalotórax podem-se observar vários olhos (O) simples (oito olhos) que apesar de serem adaptados a identificar objetos em movimento formam imagens pouco precisas do ambiente.
O corpo das aranhas, especialmente suas patas (Pa), é revestido por uma série de cerdas sensoriais, com função táctil capazes de detectar com muita sutileza  vibrações nas teias, um sinal que uma presa foi capturada.
Fig. Detalhe do cefalotórax de uma aranha, onde se pode observar com clareza as quelíceras, os pedipalpos , alguns olhos e cerdas sensoriais.

O fio de seda que compõe a teia das aranhas é produzido por glândulas sericígenas eliminados para fora do corpo por um par de tubos chamado fiandeiras (F). O fio de seda é uma proteína líquida que se torna sólida ao passar pelas fiandeiras. Com o fio de seda, as aranhas produzem um fio de locomoção, a teia de captura de alimento, impermeabiliza a toca, imobiliza o alimento e envolve os ovos em casulos protetores e produz a espermateca.

Fig. As teias não são a casa das aranhas, mas sim aparatos de captura de alimento, geralmente insetos.
Fig. Toca de uma aranha revestida por teia para impermeabilização.

Um comentário:

  1. Muito bom! Interessantíssimo, as imagens servem e muito como acréscimo ao conhecimento teórico.

    ResponderExcluir