2 de dez de 2011

Por que os adolescentes desenvolvem espinhas?


 
Antes de explicar porque os adolescentes possuem espinhas vamos a algumas informações básicas. Espinha ou acne é uma inflamação das glândulas sebáceas. As glândulas sebáceas são estruturas da pele, responsáveis pela produção de uma secreção exócrina oleosa, o sebo, que protege a pele contra o ressecamento e evita que os pêlos e cabelos se tornem quebradiços. As glândulas sebáceas são amplamente distribuídas pelo corpo, exceto na palma das mãos e na sola dos pés. Nas regiões pilosas do corpo, ou seja, com pêlos, as glândulas sebáceas estão associadas ao folículo piloso, nas regiões sem pelo como lábios, glande do pênis, lábios vaginais e pálpebra o ducto de secreção desemboca diretamente na superfície da pele. As glândulas sebáceas variam de tamanho, as maiores estão localizadas na pele da face, pescoço e tórax superior.

Figura: Localização das glândulas sebáceas associadas ao folículo piloso. 

As glândulas sebáceas estão presentes na nossa pele desde a infância, mas a partir da puberdade, as flutuações hormonais típicas desta etapa, estimulam o crescimento em tamanho e o aumento da produção da secreção oleosa, o sebo. Os hormônios relacionados com o desenvolvimento das glândulas sebáceas são a testosterona nos homens e o estrógeno nas mulheres, além de outros hormônios esteróides produzidos no córtex das glândulas supra-renais. A glândula sebácea dos adolescentes produz um sebo com abundância de lipídios, uma meio muito favorável a ser colonizado por bactérias que podem causar uma resposta inflamatória, formando o cisto inflamatório. O cisto incha e pode romper a pele, podendo deixar cicatrizes profundas e permanentes na pele.
Figura: Evolução de um cisto inflamatório em um glândula sebácea.

Notas para os vestibulandos!

Glândulas sebáceas são glândulas exócrinas. Glândulas exócrinas são glândulas que liberam seu produto de secreção por um ducto na superfície do corpo ou na superfície de órgãos ocos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário