04/04/2012

COMO UMA COBRA CASCAVEL ENCONTRA SUA PRESA?



Para localizar suas presas a cobra cascavel e outras víboras, cobras da família Viperidae, fazem uso de vário sentidos.

1. Primeiramente usam o olfato.  Com a língua bífida (bipartida) capturam no ar e no solo substâncias que indicam a presença da presa, um rato, por exemplo. A língua conduz as evidências da presa até um par de órgãos localizados no céu da boca (palato), os órgãos de Jacobson. O olfato começa a localizar a presa a longa distância. Após localizar o caminho que o rato faz com frequência,  a cascavel posiciona-se escondida e a espera a passagem da presa.
 


2. Os ossos do crânio em contato com o solo captam vibrações geradas pela locomoção do rato.


3. Conforme o rato aproxima o a cobra focaliza a sua atenção utilizando a visão. Mas a cobra cascavel possui hábitos noturnos, o que dificulta a visualização da presa no escuro pelos olhos. Então a cobra faz uso de um sentido inusitado, a detecção de calor por órgãos sensoriais termossensíveis, localizados em cavidades entre os olhos e as narinas, as fossetas lacrimais (fossetas loreais).
Figura: Órgãos do sentido de uma cascavel.

Figura: Visão térmica captada por células termorreceptoras da fosseta lacrimal (fosseta loreal). As zonas vermelhas são as mais quentes.

4. Quando o rato se aproxima a cobra se projeta sobre ele, faz com seus dentes inoculadores de veneno uma rápida injeção de neurotoxina o que imobiliza a presa permitindo uma fácil captura do rato.

Figura: A cobra finaliza a captura da presa com uma injeção de veneno neurotóxico durante o ataque ao rato (bote).

6 comentários:

  1. legal mais podia ser mais original

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu querido é assim que elas encontram a sua presa, não dá para ser original!

      Excluir
  2. valeu ! assertei todas as questoes ! ><

    ResponderExcluir
  3. Obrigado.. me ajudou em alguns slides :)

    ResponderExcluir